social

A onda das redes sociais

TV, rádio, jornais e revistas. Desde o seu nascimento, a propaganda tal qual conhecemos tem gerado inquestionáveis resultados. Porém, com a chegada de novos veículos,  sua eficácia tem sido colocada a prova a todo momento; principalmente por sua passividade e dependência dos humores do seu “público alvo”.

Será que exploramos toda sua potencialidade e possibilidades ou, inconscientemente, temos cobrado muito menos do que oferecem ou podem disponibilizar?

Claro que a questão aqui não é espinafrar algo que há tanto tempo alimenta nossos negócios. Afinal, de tão presentes no cotidiano do seu público, inevitavelmente, em algum momento, ele causará o impacto necessário. Mas, como saber se estamos mesmo falando a sua língua, tocando nos seus pontos nevrálgicos ou o sensibilizando de alguma forma? Como, enfim, perceber sua receptividade ou grau de rejeição?

Todos sabemos que todo cuidado é pouco na hora de construir uma linha de comunicação. A marca pode ter uma boa ideia e criar um storytelling interessante com variados conceitos elaborados, mas como será que o público vai entender essa mensagem? Como a decodificará? Bem, este tem sido o nosso maior desafio em todos esses anos. E a resposta está simplesmente a um click no seu mouse, nos comentários espalhados pela internet. De forma simples, clara, verdadeira, objetiva. A resposta está num fenômeno de comunicação chamado “redes sociais”.

Criada fundamentalmente para a comunicação pessoa x pessoa, há algum tempo, as redes sociais tem se tornado a grande vedete da propaganda e da publicidade corporativa, pois nenhuma ferramenta de comunicação jamais esteve tão próxima da melhor tradução da frase de Kotler: “A marca agrega valor porque o cliente compra também a sensação, o ambiente e por isso é tão importante saber como ele se sente”

Por meio das redes sociais é possível conhecer o que o seu consumidor sente, pensa e fala sobre sua marca. Diretamente. É possível, ainda, saber se seu negócio alcançou seus objetivos ou, em tempo recorde, consertar possíveis erros de comunicação.

Mas é preciso estar atento. Na divulgação de um produto, verifique a compatibilidade das mensagens com todas as vertentes do seu público alvo. Sempre haverá um grupo de pessoas que se sente ofendido ou mal compreendido com o que é divulgado. É preciso ter cuidado ainda para perceber se a mensagem a ser divulgada não possua ambiguidade ou conceitos errôneos acerca do tema, pois, dada a velocidade com que as mensagens correm, qualquer erro ganha extrema relevância. E que, portanto, esse público não compartilharia seu conteúdo se ele não disser nada de relevante para sua vida. Nada de relevante para o seu cotidiano. Ou ao menos, algo que a faça rir, que faça alguma diferença no seu dia a dia.

Conscientes dessa nova realidade, as grandes marcas já investem valores impensáveis na nova mídia, que é reinventada a toda hora, numa velocidade estonteante. Ao contrário dos veículos tradicionais, elas oferecem ao seu público, além da possibilidade de interagir com sua mensagem, também dar voz aos seus anseios e opiniões. Assim, muitas marcas têm interagido com seus fãs de forma muito bem sucedidas. Essas marcas entendem que as mídias sociais são feitas de pessoas para pessoas, e a marca é um coadjuvante

Mas não devemos visualizar isso como uma cautela que deve ser feita de forma exagerada de forma a tornar o processo de social media um temor constante. É hora de perceber a oportunidade dessa interação e realizá-la da melhor forma possível.

Pois bem, chegou o tempo de criar conteúdo relevante para seu público e engajar-se da melhor forma possível com seu mundo, não apenas com a finalidade de gerar receita, vendas, números, mas sim uma conexão entre a marca e o consumidor. Pois, cada vez mais, na hora de chegar ao ponto de venda e escolher o melhor produto, com certeza a pessoa que interagiu com uma marca online vai lembrar-se dela, tendo assim um fator de compra decisivo.

One thought on “A onda das redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *